19 de nov de 2012

Amor Proibido #3

 
Outro capítulo de Amor Proibido :3 Divirtam-se :)


Mariana empurrou Amélia para junto do garoto e quase que ela caiu em cima dele.

- O-Oi Diego!- Gaguejou
 Ele simplesmente a olhou. Amélia e Mariana não desistiram e sentaram na mesa em que ele se sentava. Mary reparou que a escola parou para ver o que ia acontecer.
- Oi Diego!- Disse Amélia mais corajosa- Tudo bem com você? Olha sei que você não é muito fã de gente, a escola já sabe. Mas achamos que você poderia estar se sentindo sozinho.
- Estou bem obrigada. Não preciso da sua companhia.
A voz dele era grossa. Amélia começou a pensar... Ele era até bonito, cabelos preto e macios, corpo perfeito, pele bronzeada, olhos negros e boca rosada. Mary que estava quieta todo o tempo, começou a falar
- Diego, as pessoas as vezes precisam de companhia sabia? Que tal se você... saísse com a Lia na sexta a noite? Aposto que ela ia se divertir muito!
 Lia olhou pra ela com um olhar de "O que você está fazendo?!"
 Mary retornou o olhar "Eu sei o que estou fazendo!"
- Por favor Diego- Mary retornou a falar
- Está bem, aceito o convite, mas não prometo nada sobre cavalheirismos e gentileza
- Ótimo! Sete horas! Não se atrase!- Gritou!
Amélia puxou Mariana da cadeira e levou-a até os seus armários!
- O que você fez? Eu não queria sair com ele! Ele é frio e está sempre mal humorado! Eu não vou!
- Aah você tem que ir Lia! Como quer descobrir o segredo obscuro dele? Saia e me conte tudo quando voltar!


Sete horas, Amélia já estava pronta. Usava vestido e sapatos pretos. Seu cabelos estava solto e cacheado. Ela passou um batom vermelho nos lábios e saiu para o restaurante. Como todo dia, atravessou a floresta e para sua surpresa, lá estava Diego, também todo de preto e com sua camisa branca, seu visual do dia-a-dia.
- Oi!- cumprimentou
- Olá Amélia...
Um minuto se passou em silêncio então Amélia resolveu falar
- Bem... Então vamos? Tem um restaurante aqui na esquina que é muito bom!
-Você quem sabe.
Caminharam até o restaurante e Diego abriu a porta para ela.

Kissus Gabi

Nenhum comentário:

Postar um comentário